segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Me apropriei dos versos da poeta Joana, e publico aqui pela primeira vez algo não meu, que travando um diálogo poético com o meu "Rito de Solitude", me vestiu com mais um maravilhamento entre tantos que tenho quando me alimento dos seus escritos...

É Luis,


mulheres cortam os cabelos
e se deixam emagrecer


escutando verdades insuportáveis na voz da Bethânia, da Ro Ro, da Adriana....


Ela
esvazia gavetas recheadas de memórias
muda os móveis de lugar
lava lençóis, pinta paredes
e se desfaz das roupas que não pretende mais usar


Está assim...
Passando como quem tem pressa
Vivendo como quem não espera
despindo-se como quem sente frio
e derretendo no calor do Rio


Na verdade está
promovendo um belíssimo ritual de limpeza..
repensando a forma de pensar
escrevendo versos, cultivando flores, acendendo incensos.
deixando o novo entrar...

(Joana, 08/11/2009)

Um comentário:

Joana. disse...

sinto-me muito feliz com essa nossa dialética... Com essa nossa troca. Com esse nosso encontro de palavras e mais palavras...